Radio Tupinamba AM

Radio Tupinamba AM

Nos primeiros sete dias de funcionamento da ferramenta virtual, mais de 150 ocorrências foram registradas pela Ciops através de solicitações feitas por celular

Lançado há uma semana pelo Governo do Ceará, o aplicativo 190 tem sido bem recebido pelos usuários de smartphones em Fortaleza. Mais de 10,8 mil pessoas já efetuaram o download da nova ferramenta dentro do intervalo de sete dias. Projeto que partiu do Pacto por um Ceará Pacífico, o APP 190 possibilita o registro virtual de ocorrências de roubo e lesão através do celular. Para acessar ao serviço, basta ter um aparelho móvel com os sistemas operacionais Android (fazer o download em Google Play) ou IOS (App Store), com tecnologias 3G, Wi-Fi e GPS, além de aceitar as políticas de privacidade e de segurança da informação.

O aplicativo foi desenvolvido pelo Gabinete da Vice-Governadoria, em parceria com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), com o objetivo de melhorar a agilidade na resposta dos serviços de socorro da Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops), diminuir o número de trotes e reforçar o combate à criminalidade no Estado.

Segundo o líder de Tecnologia da Informação (TI) da Vice-Governadoria, Catulo Hansen, responsável pelo desenvolvimento do programa, a avaliação da semana inicial do APP 190 é positiva por mostrar o interesse da população na opção de dispor da ferramenta colaborativa.

“Na primeira semana a gente já alcançou um número significativo de downloads, com mais de 10.800, somando as plataformas Android e IOS. E temos contado com muitos retornos dos usuários, repletos de sugestões da população. São diversas mensagens parabenizando pelo sucesso do aplicativo pelas plataformas virtuais”, revelou Hansen.

O gestor de TI afirmou, ainda, que o trabalho para o aprimoramento das funções do aplicativo deve ter esse retorno do público como aliado para identificar as principais necessidades do usuário. “Graças às avaliações e críticas, a gente já implantou uma série de melhorias desde o lançamento. Temos tido o cuidado de responder. Queremos fazer que o aplicativo continue evoluindo e atendendo as necessidades dos cearenses”.

Ocorrências

Com apenas uma semana de funcionamento, até esta quinta-feira (5), o aplicativo permitiu que a Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança atendesse mais de 150 ocorrências. Da cerimônia de lançamento do APP 190 até o primeiro fim de semana da ferramenta no ar, foram registradas 112 ocorrências feitas de forma virtual.

Coordenador da Ciops, o coronel Aristóteles Coelho pontua que o aplicativo trouxe mais segurança na recepção de denúncias sobre crimes, inibindo a criação de informações falsas por parte de pessoas anônimas.

“Para a polícia, em primeiro momento, foi de grande importância ter o cadastro dos usuários que utilizam o aplicativo. Ele se tornou uma porta de entrada para diminuir totalmente o trote, pois a pessoa deixa todos os dados que a identifica antes de prestar a ocorrência”, disse o coronel.

As ocorrências que poderão ser registradas via APP 190 são aquelas mais recorrentes em ligações para o número de telefone 190: lesão à bala, à faca e a outros; roubo à pessoa, a veículo, a estabelecimento comercial e à residência; disparo de arma de fogo e incêndio à residência, à vegetação e em prédio comercial.

Primeiros passos e ampliação

Secretário-chefe do Gabinete da vice-governadora do Ceará, Fernando Oliveira ressaltou que o APP 190 surgiu pela busca de novas formas da população contribuir para a Segurança Pública, até chegar a essa ferramenta, focada na entrega de maior rapidez na respota da polícia e na diminuição de incidência de trotes. “Buscamos novas formas para que a população possa contribuir na identificação de delitos e incidentes”.

Com o sucesso dos primeiros dias de funcionamento na Capital, os próximos passos do APP 190, segundo a Vice-Governadoria, serão de expandir o dispositivo para outros municípios do Estado do Ceará.

“As melhorias mais substanciais serão de implantar na Região Metropolitana de Fortaleza, que compreende 19 municípios. Já começamos a desenvolver para alcançar esse avanço. A gente precisava desse primeiro momento, de sentir o retorno do público, antes de expandir. Mas o crescimento é inevitável, isso está sendo estudado e implementado”, destacou Catulo Hansen.

Baixe o aplicativo
Android: http://bit.ly/2wZ9g0L
IOS: http://apple.co/2fuOtXS

Como usar

Nos primeiros sete dias de funcionamento da ferramenta virtual, mais de 150 ocorrências foram registradas pela Ciops através de solicitações feitas por celular

Fonte: Governo do Ceará

Nesta terça-feira (03/10), a Prefeitura de Sobral, por meio da Agência Municipal do Meio Ambiente (AMA), assinou ordem de serviço para realização da cercadura do terreno de entorno da Unidade de Conservação Pedra da Andorinha. A empresa contratada terá o prazo de até 30 dias para finalizar a obra, que custará cerca de R$70.000,00, oriundos do Fundo Socioambiental do município.

Com a nova cercadura no entorno da Pedra da Andorinha, o local ficará protegido de possíveis passagens de animais e pessoas que não estejam aptas a adentrar a reserva ambiental. Além disso, a Unidade de Conservação será contemplada com um portão de acesso, sinalizado e com placas indicativas e educativas, explicando que a Pedra da Andorinha não se trata de um local turístico com visitação livre, mas sobretudo de uma campo amplo de pesquisa e exploração da fauna e da flora da nossa cidade”, explicou o superintendente da AMA, Jorge Trindade.

Fonte: Blog de Sobral

O Palácio de Ciências e Línguas Estrangeiras sediou, nos dias 30 de setembro e 1º de outubro, a edição demo do Art Fans Animation – AFA. O evento visa promover a integração entre fãs de quadrinhos, animações, séries e jogos, incorporando atividades pouco comuns em eventos de anime e ampliando outras já tradicionais.
 
Nos dois dias do evento, o público contou com jogos online, jogos de console, além de xadrez, dama, uno, resta um, espaço K-Pop (músicas pop coreanas) e área para desenhos. Finalizando a programação, foi realizada uma festa com música eletrônica e K-Pop.
 

 

Segundo o diretor financeiro do AFA, Emanuel Canafístula, “o público elogiou muito a estrutura do local e a competência da equipe. Um dos participantes relatou que foi um dos melhores campeonatos de League of Legends da cidade. É muito gratificante saber que todo o esforço da equipe gerou um resultado tão positivo”. Finalizou agradecendo aos patrocinadores e idealizadores do evento, inclusive a Secretaria de Educação de Sobral que cedeu espaço e estrutura para realização do evento.
Fonte: Blog de Sobral

Foi com autoridade que o Ceará venceu o Vila Nova e se consolidou no G-4 da Série B do Brasileiro. Na noite desta terça-feira, 3, Elton e Magno Alves marcaram os gols do Vovô no triunfo por 2 a 0 sobre o time goiano. Resultado justo pelo futebol apresentado pelo Alvinegro, que foi superior na maior parte dos 90 minutos e consolidou o bom momento no campeonato.

Agora são cinco jogos sem perder, com três vitórias e dois empates. A boa fase coincide com o momento importante do time no campeonato, que após ter vencido o Vila Nova, enfrentará mais dois concorrentes diretos na briga pelo acesso. O primeiro deles o Oeste, no sábado seguinte, 14, fora de casa.

Com o resultado, o Vovô não só se garantiu no G-4 até o fim da 28ª rodada como também assumiu (mesmo que provisoriamente) a 3ª colocação. Isso porque igualou a pontuação do América-MG, que começou a rodada como vice-líder (mas caiu de posição graças à vitória do Paraná por 1 a 0 sobre o Internacional), porém o Alvinegro tem uma vitória a mais. O Coelho precisa empatar ou vencer o Santa Cruz, no sábado, 7, no Recife, para retomar a posição. 

O JOGO
Ciente da necessidade da vitória para entrar na zona de acesso, o Ceará foi dono do primeiro tempo. É verdade que o Vovô passou por um susto logo com 2 minutos, quando Alípio cobrou falta na área, Alan Mineiro cabeceou e a bola bateu na trave, mas a arbitragem pegou impedimento. Depois dalí, o Alvinegro foi soberano.

Bem postado em campo, o time de Marcelo Chamusca controlou a posse de bola (terminou o 1º tempo com 61% x 39%) e criou boas chances, principalmente pelo lado esquerdo do ataque.

Lima, Leandro Carvalho e Elton desperdiçaram boas oportunidades dentro da área. Mas na 2º chance que teve, aos 29 minutos, Elton não desperdiçou.

Após excelente lançamento de Raul, Lima ajeitou de cabeça para o centroavante acertar belo chute cruzado, de fora da área, e marcar seu 7º gol na Série B.

O resto do primeiro tempo foi de controle alvinegro, mas a segunda etapa começou diferente.

Com a necessidade do empate, o Vila mudou a postura, se mandou pro ataque e equilibrou a partida, criando chances reais de gol e esbarrando no goleiro Éverson, responsável por manter a meta alvinegra intacta. Além de ver o camisa 1 defender lá atrás, o Vila Nova viu também Magno Alves sair do banco de reservas para sacramentar o resultado.

Aos 46 do segundo tempo, o Magnata recebeu ótimo passe de Leandro Carvalho e mandou pro gol, acabando jejum de mais de cinco meses sem marcar e consolidando a vitória alvinegra. Ao apito final, festa total nas arquibancadas do Castelão da torcida alvinegra. O Vovô está de volta ao G-4.

Fonte: O Povo

Dois professores cearenses participaram de seminário que elencou dez práticas de ensino da escrita consideradas inovadoras em sala de aula. Os docentes Ana Virgínia Oliveira, de Quixeramobim, e Gilson Franco, de Fortaleza, tiveram seus trabalhos escolhidos entre cerca de 200 inscritos, segundo a organização do programa “Escrevendo o Futuro”, que promove o encontro.

“É gratificante estar aqui e mostrar que uma atitude pode, sim, trazer mudanças. É bom ter a oportunidade de trazer a minha sala de aula até aqui. É como uma aluna me disse, nunca vou esquecer: ‘a escrita nos torna mais humanos’”, disse Ana Virgínia, emocionada por ter o trabalho escolhido.

Desde o início deste ano, ela montou um plano para ensinar e aperfeiçoar a escrita de crônicas. O público-alvo era alunos da 3ª série do ensino médio de escola pública de Quixeramobim. Ao fim do projeto, foi feita apresentação de sarau. Virgínia também criou uma página no Facebook para divulgar os textos dos estudantes. No processo, ela convidou o cronista e também professor Bruno Paulino, autor local, para debater a escrita com os alunos. “Ele apreciava os textos deles, fazia comentários. Aos poucos, eles viram que também podiam ser cronistas”, conta.

Em um dos bairro com maior índice de violência da Capital, o professor Gilson Franco escolheu o cordel como meio de incentivar os alunos a se interessar pelas letras. Em grupo, os alunos do 7º ano, divididos em três turmas, começaram a aprender a fazer rimas e versos com tom regional. Para isso, Gilson lembra que criou uma atmosfera sertaneja. O objetivo era dar o clima. Entre os desafios, ele destaca os diferentes níveis dos alunos, alguns ainda não sabiam ler. “Alunos não partem do mesmo lugar e nem chegam ao mesmo lugar. A gente pensa que não, mas eles têm muito a dizer. Apenas não sabem como colocar as ideias, o pensamento abstrato no papel”, disse.

De acordo com Dianne Melo, gestora do programa Escrevendo o Futuro, da Fundação Itaú Cultural, o Ceará vem se destacando, mas teve um desempenho ainda melhor na última edição. Ela conta que uma comissão avaliou os relatos de práticas dos professores de alunos que se destacaram na Olimpíada de Língua Portuguesa, iniciativa bienal do programa Escrevendo o Futuro. No total, 9.108 professores de mais de 3 mil escola do Estado se inscreveram para o concurso de redações.

“Tem o aspecto da cultura local. O Ceará é um estado muito presente na questão da Olimpíada, sempre muito participativo. É um estado pequeno, mas sempre temos boas histórias, bons relatos, os textos dos alunos também são muito ricos. É um conjunto de fatores”, explica.

 

Saiba mais

Na última edição do concurso, em 2016,, houve 81 mil professores inscritos e milhões de redações concorrendo a medalhas em todo o Brasil.“Começamos a nos perguntar como o professor havia trabalhado para desenvolver aquele texto tão bom. É um programa de formação de professores que usa como estratégia de mobilização a Olimpíada. A ideia é dar luz para boas experiências em sala de aula. Professores são muito criticados e queremos desmistificar isso. Mostrar que temos bons professores no Brasil”, afirma Dianne.

Fonte: O Povo

O Ceará já tem 92.752 casos de chikungunya confirmados até o dia 30 de setembro, de acordo com a Secretaria de Saúde do Estado (Sesa). Fortaleza concentra 59% dos casos confirmados: 55.752 casos. Cento e dez pessoas morreram, no Ceará em decorrência da doença, das quais, 89 na capital. Além de Fortaleza, foram registradas mortes em Acopiara, Aracati, Beberibe, Caucaia, Itapajé, Maranguape, Marco, Morada Nova, Pacajus e Senador Pompeu.

A taxa de incidência dos casos confirmados de chikungunya para o estado do Ceará é de 1.351,7 casos por 100 mil habitantes. No estado, dos 184 municípios, cerca de 110 apresentaram taxas de incidência bastante elevadas. A Organização Mundial de Saúde (OMS) considera nível epidêmico quando uma cidade ou região tem mais de 300 casos da doença para cada 100 mil habitantes.

General Sampaio, no Norte do Ceará, tem a situação mais crítica no país, com 5.054,8 casos para cada 100 mil habitantes, 16,8 vezes o índice epidêmico da OMS. Também aparecem em situações epidêmicas Acarape (2.174,4 casos/100 mil habitantes), Reriutaba (1.900,6); Caucaia (1.097,8) Maranguape (876,4) e Fortaleza (680,6).

 

Sintomas

 

Transmitida pelo mesmo vetor da dengue e da zika - o mosquito Aedes Aegypti - a infecção pelo chikungunya causa dores terríveis não apenas durante os dias em que o vírus está circulando no corpo da pessoa que o contraiu, mas por muito tempo depois da "cura". Em seus primeiros dez dias, os sintomas costumam ser febre, fortes dores e inchaço nas articulações dos pés e das mãos.

Em alguns casos, ocorrem também manchas vermelhas no corpo. Mas mesmo com o fim da viremia - período em que o vírus circula no sangue - a dor e o inchaço causados pela doença podem retornar ou permanecer durante cerca de três meses.

De acordo com especialistas, em cerca de 40% dos casos, os sintomas tornam-se crônicos e podem permanecer por anos. Entre as sequelas da doença, são apontadas inflamação crônica nas juntas, dormência nos membros, câimbras e dificuldades de caminhar, doenças reumatoides, como a artrite. Além disso, também pode desestabilizar doenças cardíacas, problemas renais e diabetes.

Fonte: G1/CE

Durante todo o mês de outubro, a Prefeitura de Sobral, por meio da Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Econômico (STDE), estará realizando uma série de atividades alusivas à I Feira do Livro, que será realizada entre os dias 7, 8 e 9 de novembro no Centro de Convenções. 

A I Feira do Livro de Sobral tem como objetivo  promover um evento de cunho mercadológico e educacional para estimular o crescimento do mercado editorial jornalístico literário do município”, explicou a gerente da célula de Turismo da STDE, Margarida Melo.

Segundo o secretário do Trabalho e Desenvolvimento Econômico, Inácio Ribeiro, “para disseminar a divulgação da I Feira do Livro, estamos, durante todo este mês, com uma loja física no North Shopping Sobral, realizando diversas atividades gratuitas para todas as pessoas que apressiam a leitura”.

Loja da Feira do Livro

A partir desta quinta-feira (05/10) e até o dia 29 de outubro, na loja da Feira do Livro, no North Shopping, terá mesas de debates com autores e intelectuais sobre temáticas relacionadas a literatura, oficinas de formação de escritores, clube de letores, contação de histórias infantis e encontros temáticos.

Segue, abaixo, programação completa do mês de outubro da I Feira do Livro:


“Abra as páginas e voe..”


Como parte da programação alusiva à I Feira do Livro, a Prefeitura está realizando o projeto "Abra as páginas e voe...", voltado ao estímulo da leitura de forma compartilhada e gratuita, criando espaços de troca de livros, que possibilitarão acesso aos livros dispostos. 

Além disso, o projeto tem o intuito de estimular a economia criativa, através da promoção à leitura, apoiando os autores locais, além de dispor gratuitamente em ambientes públicos o acesso aos livros. A ação tem início nesta terça-feirs (03/10) para comemorar a semana do livro e divulgar a 1ª Feira do Livro de Sobral.

Estamos espalhando pelos nossos equipamentos e espaços públicos livros para que as pessoas se surpreendam e apreciem as mais diversas leituras. Quem encontrar estes livros, além de ler, pode levar pra casa. A ideia é que as pessoas ao terminarem de ler, coloquem estes mesmos livros em outros espaços públicos para que outras pessoas também possam ter acesso a leitura”, explicou Inácio Ribeiro.

I Feira do Livro

A I Feira do Livro de Sobral, que será realizada nos dias 7, 8 e 9 de novembro, visa o fomento, a promoção, e a comercialização de produtos e serviços de cunho literário e afins, proporcionando o fortalecimento do mercado editorial, incentivando a novos leitores, fomento de novos empreendedores, além de fomentar um evento periódico e de relevância regional para o município.

Confira a programação completa da I Feira do Livro:

Fonte: Blog de Sobral

Fortaleza saiu na frente na disputa por uma vaga na final da Série C do Campeonato Brasileiro. Na noite desta segunda-feira, 2, o Tricolor venceu o Sampaio Corrêa por 1 a 0, no Castelão, e agora joga por um empate na partida de volta, no próximo sábado, 7, para avançar à decisão.

Para se classificar, o Sampaio Corrêa precisa vencer a partida no estádio Castelão, em São Luis-MA, por dois ou mais gols de diferença. Se devolver o placar de 1 a 0, decisão por pênaltis. Em caso de qualquer outra vitória por um gol de diferença, o Fortaleza avança pelo gol qualificado.

O técnico Antônio Carlos Zago contará com força quase total para o jogo de volta. O meia Ronny, que estava pendurado, foi o único advertido com o cartão amarelo e está suspenso. Por outro lado, o zagueiro Ligger, que cumpriu suspensão na primeira partida, está de volta.

Foto: Julio Caesar/O POVO

O JOGO
Quando o árbitro Felipe Gomes da Silva autorizou o início do jogo, a expectativa de um duelo aberto, entre dois times que já estão garantidos na Série B do ano que vem e que poderiam protagonizar partida disputada, foi substituída pela burocracia de duas equipes que mais estavam com medo de errar que vontade de acertar.

A sensação era de que Fortaleza e Sampaio ainda estavam na ressaca da semana de comemorações pela subida.

O primeiro tempo foi marcado pela pouca criatividade e ousadia das equipes de Zago e Francisco Diá.

O jogo só ficou interessante no segundo tempo, quando o Fortaleza percebeu que não podia seguir no marasmo proposto pelo Sampaio, que claramente foi à Arena Castelão para empatar. Aquela burocracia do primeiro tempo era o que o time visitante queria: não voltar para São Luis com uma desvantagem. 

Só que aos nove minutos, Hiago acertou o travessão e animou a torcida naquele que foi o ensaio do gol, que saiu aos 14.

Em jogada típica de pivô, Leandro Cearense girou sobre o zagueiro e mandou um "bicudo" pra abrir o placar.

Com o placar adverso, a Bolívia Querida se viu na necessidade de sair pro jogo e deu mais espaços para o Fortaleza contra-atacar, mas o Leão pecou no último passe e não ampliou o placar por preciosismo. Foram ao menos duas boas chances de marcar.

O velho ditado "quem não faz, leva" quase foi posto em prática aos 44 minutos, quando Reginaldo Jr, ex-Fortaleza, recebeu na área, limpou o zagueiro Edimar e mandou à direita de Boeck, perdendo chance incrível.

Era o sinal de que a noite era mesmo leonina e os torcedores que compareceram ao Castelão saíram felizes da vida com o time que coroou a festa do acesso abrindo caminho para chegar à final.

Fonte: O Povo

Nesta segunda-feira (2), o governador Camilo Santana apresentou a um público de cerca de quatro mil pessoas a Plataforma Estratégica de Desenvolvimento de Longo Prazo – Ceará 2050

Uma pactuação entre governo, municípios, entidades, movimentos sociais e sociedade civil para planejar o Estado que teremos em 2050. Este é o princípio da Plataforma Estratégica de Desenvolvimento de Longo Prazo – Ceará 2050, lançada na manhã desta segunda-feira (2), no Centro de Eventos do Ceará. “O Brasil perdeu a cultura de planejar a médio e longo prazo. A ideia do Ceará 2050 é recuperar essa rotina de discutir e debater as ações para a nossa sociedade. Pensar qual o Ceará que nós queremos para o futuro, independentemente de governo. Este é um projeto de Estado. Ele precisa ser discutido com todos. Vamos envolver todos os setores, produtivos, sociais e políticos”, afirmou o governador Camilo Santana.

Cerca de quatro mil pessoas, entre gestores estaduais, municipais, representantes do setor produtivo, do Judiciário, do Legislativo, das universidades e do terceiro setor, além de servidores e jovens de todo o Estado, participaram do evento de lançamento da plataforma que pretende discutir os próximos 30 anos numa perspectiva de promover o desenvolvimento econômico, reduzir as desigualdades e aprimorar os serviços essenciais para a população, como saúde, educação, abastecimento de água, segurança pública, geração de emprego e renda.

Nesta segunda-feira (2), o governador Camilo Santana apresentou a um público de cerca de quatro mil pessoas a Plataforma Estratégica de Desenvolvimento de Longo Prazo

Cultura do Planejamento

O Ceará 2050 terá coordenação da Universidade Federal do Ceará (UFC) e da equipe técnica da Secretaria do Planejamento e Gestão (Seplag). Ao apresentar o projeto, Camilo Santana destacou a importância de a gestão pública evoluir na construção de políticas e ações fortes em planejamento, para que se possa garantir ao longo de anos a crescente em todas as áreas necessárias para melhor qualidade de vida da população.

O governador explicou também que a temática “Juntos pensando o futuro” – utilizada como mote do projeto – reforça a necessidade de participação mais ampla e colaborativa da sociedade na construção de um grande legado para as próximas gerações de cearenses. A partir deste lançamento, a intenção do Governo do Ceará é estender o debate sobre as principais ações do Estado a todos os cidadãos cearenses. “Não há perspectiva de futuro se não tiver a participação das pessoas. Isso é o mais importante. É preciso que todos os cearenses possam contribuir e colaborar para construir as diretrizes de um Estado mais justo, que gere oportunidades e que mantenha o desenvolvimento em todos os setores”, disse.

Nos próximos 15 meses, haverá discussão democrática com todos os atores sociais para pensar o Ceará do futuro. Serão lançadas bases de uma nova plataforma de desenvolvimento para o Estado, vinculada à gestão pública eficiente, à sustentabilidade ambiental, ao combate à pobreza e ao compromisso com a economia do conhecimento. A população cearense receberá estímulo para participar da construção do Ceará 2050 por meio de consultas públicas que serão realizadas nas 14 microrregiões do Estado. No fim, serão consolidadas análises, com objetivos e metas de curto, médio e longo prazo traçados, dentro de uma “carteira de projetos estratégicos”.

Trajetória de desenvolvimento

O lançamento do Ceará 2050 teve em sua programação palestras, apresentações de vídeos com a temática do futuro e o levantamento das primeiras reflexões que guiarão a busca por planejamento para as próximas trinta décadas. Entre os palestrantes, o professor do Centro de Referência em Inteligência Empresarial da Coppe-UFRJ, André Bello, e a representante do Fundo das Nações Unidas para a Infância no Brasil, Florence Bauer.

Nesta segunda-feira (2), o governador Camilo Santana apresentou a um público de cerca de quatro mil pessoas a Plataforma Estratégica de Desenvolvimento de Longo Prazo

Já o reitor da UFC, Henry Campos, falou ao público acerca da necessidade das pesquisas acadêmicas andarem em conjunto com o planejamento do Estado para garantir necessidades básicas ao povo. Além disso, Campos destacou a recente trajetória de desenvolvimento conquistada pelo Ceará.

“Os resultados já aparecem. Mesmo numa quadra recessiva que atravessamos nacionalmente, temos tido força para dar exemplo de superação. Aí estão a alavancagem do PIB (Produto Interno Bruto) cearense, o crescimento dos investimentos, o aumento das exportações, as instituições de ensino se firmando em patamares de excelência. Hoje os cearenses estão se dando as mãos para acelerar a sua marcha rumo à redenção socioeconômica. Governo e sociedade entram em um novo ciclo que nos colocará em sintonia com o século XXI. Estamos fazendo história”, discursou.

Primeiros passos

Num primeiro momento, será executado um diagnóstico sobre o Ceará nas dimensões social, econômica, ambiental, territorial e de governança do Estado. Isso incluirá uma retrospectiva das estratégias e resultados alçados pelo Ceará nas últimas três décadas. Com base nas pesquisas, debates com a sociedade e análises de experiências bem sucedidas no Brasil e em outros países, serão iniciados os esboços para o que se pode aplicar para o Estado dentro do prazo dos próximos 30 anos.

A juventude se renova

O estudante Pedro Lucas Juvino, 17, é articulador de juventude no município do Crato. Desde o início da adolescência no Cariri, ele guarda consigo a ideia de que o jovem precisa ter voz e participar ativamente em busca de melhorias para o povo. Ao acompanhar o lançamento do Ceará 2050, Pedro garante que se sente ainda mais motivado para seguir acreditando na sua militância para mobilizar mais adolescentes e jovens na luta por direitos e mais qualidade de vida.

Nesta segunda-feira (2), o governador Camilo Santana apresentou a um público de cerca de quatro mil pessoas a Plataforma Estratégica de Desenvolvimento de Longo Prazo

“Eu penso que a juventude se renova. Daqui a 30 anos, eu não serei mais jovem. Mas teremos novos jovens, que dependerão do que está sendo construído agora. E a juventude do futuro lá na frente vai continuar o que outras gerações depois da nossa pensaram. Por isso é tão importante colocar em jogo o que podemos criar a longo prazo para que educação, cultura, saúde se desenvolvam com firmeza para que o Ceará esteja bem, com segurança de um futuro melhor do que a gente vive hoje. Eu acredito que o Crato estará melhor com o que vou ajudar a pensar desde agora”, relatou.

Fonte: Governo do Ceará

O Ministério da Saúde em conjunto com o Ministério da Educação realizou na última sexta-feira (29/09), em Brasília, uma oficina de compartilhamento de experiência e avaliação do processo de contratualização por meio dos Contratos Organizativos de Ação Pública Ensino-Saúde (COAPES). Participaram da oficina representantes do Ministério da Saúde, Ministério da Educação, Conselho Nacional dos Secretários Estaduais da Saúde (CONASS), Conselho Nacional dos Secretários Municipais da Saúde (CONASEMS), Secretários de Saúde dos municípios e Estados, e Instituições de Ensino Superior que aderiram ao COAPES.

O objetivo dos COAPES é estimular uma discussão coletiva sobre os arranjos das experiências do cotidiano e a aprendizagem no serviço, possibilitando às partes assumirem responsabilidades mútuas de forma articulada ao processo de ensino-aprendizagem, e firmando apoio aos compromissos pactuados entre instituições de ensino e de gestão da saúde nas atividades de formação no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS).

A oficina foi coordenada pela Diretora do Departamento de Gestão de Educação na Saúde, Cláudia Brandão. O município de Sobral participou como um dos 19 COAPES assinados em nível nacional. Representando o município de Sobral, estiveram presentes no evento a diretora da Escola de Formação em Saúde da Família Visconde de Sabóia, Socorro Dias, que na ocasião representou o Secretário da Saúde de Sobral, Gerardo Cristino e representando as instituições de ensino superior contratualizadas, a Pró-Reitora de Extensão e Cultura da UVA, Maristela Vasconcelos.

Fonte: Blog de Sobral